Primeiro Workshop do Draumur

 

 

72971_280361988793037_72268334_n

 

Depois de muitos pedidos de aulas e de ingressão no grupo que tivemos de recusar, decidimos utilizar um método alternativo para saciar a curiosidade de nossos fãs (?) – embora continuemos afirmando que quem quiser pode mandar um email pra gente e assistir um dos ensaios – um Workshop.

O realizamos na mesma bathora no mesmo batlocal de nossos ensaios (ok, por termos 17 participantes ensaiamos no estacionamento, não nas ruínas, como é de costume), começando com um aquecimento e apresentações para todo mundo se conhecer e descontraír um pouco (a cargo do Lion, é claro).

1176280_280363035459599_551868945_n

Depois o Rodrigo, a Raíza e a Clarissa explicaram um pouco sobre o surgimento do grupo, a criação das danças e nosso funcionamento geral. E então, a parte prática.

Primeiro nós dançávamos para exemplificar, depois fizemos duas rodadas das danças, separando os participantes do workshop em dois grupos. Nossa, como dançamos nesse dia! E estava um calor danado… Mas todo mundo se divertiu!

Ensinamos três danças por ordem de complexidade, Fidhe ra Húri , Sauté e Glory Heel.

1959369_280362292126340_264266082_n

No final de tudo, como não poderia deixar de ser, teve pique-nique e gordices, além de mais uma oportunidade para todo mundo conversar e se entrosar.

Foi uma ótima experiência, deu tudo certo e por tanto… Pretendemos repeti-la mais vezes no futuro!

1900170_280362692126300_1655814214_n

Obrigada aos que participaram, e aos que ficaram para trás na lista de chamada, não se preocupem, vocês serão priorizados no próximo.

Anúncios

Strip the Willow

Uma das nossas danças principais se chama Strip The Willow (dançada com uma Tarantella). É a dança que sempre convidamos o público para se juntar ao grupo e se divertir com essa coreografia tão animada. Um pouco complicada no começo, mas depois que você pega o jeito é melhor tomar cuidado para não sair voando! O embalo da música pede para que você acelere o ritmo, o que torna a música bem divertida para quem dança (e para quem assiste também).

Strip The Willow é uma dança tradicional escocesa, datada do século XVII. Era dançada pelo povo e sua coreografia é composta por casais, formando uma fileira de homens e outra de mulheres um de frente para o outro. O primeiro casal começa rodando com o braço direito (duas vezes) e depois o homem encontra com a mulher da fileira e a mulher com o outro homem, quando você encontra a outra pessoa você roda com o braço esquerdo (1 vez). O casal da ‘rodada’ irá dançar com todos os outros até acabar a fileira e voltando para o seu lugar, finalizando com duas voltas como de início. As demais pessoas da fileira, giram uma vez com o casal e voltam para os seus lugares dando um passo para a ponta, até chegar a sua vez de ser o casal que rodará no meio.
Nós dançamos a Strip The Willow com uma tradicional Tarantella.

A Tarantella é um gênero musical típico italiano, começando lenta e depois se tornando rápida. (Cuidado para não perderem o ritmo!!). Ela pode variar de acordo com cada região da Itália.

Segue um vídeo para entender melhor a coreografia – Nós dançando Strip The Willow no Céillidh.
Até a próxima!